A Dama do Amanhecer #resenha

RESENHA – A DAMA DO AMANHECER – Uma Canção de Luz e Trevas

Editora: @editorapendragon
Autor: @sir_rafael_
Gênero: Fantasia


Sabe aquela mulher forte, guerreira imbatível, poderosa e que ama ler, uma amazona mortal de sua geração, prodígio naquilo que faz, que não se ajoelha perante ninguém e luta com quem ousar desafia-la. Então, a Layla Merydian é exatamente assim e nessa leitura eu tive o prazer de conhecê-la.

Ela vive em Delwark, seu pai é o Duque de Gouldran, o segundo homem mais poderoso de todo o império, depois do Rei de Ílum.

Os habitantes de Delwark são capazes de manipular determinados elementos da natureza, como: a luz, trevas, gelo, vida, eletricidade e a mente.

Layla manipula a luz, e numa sociedade aonde o que importa é a linhagem de sangue e os poderes concedidos aos descendentes, as propostas de união de famílias eram um tanto perigosas e ambiciosas.

Layla vence todos que lutam com ela pela sua mão, e por isso, mantém uma reputação de durona e mortal. Mas tem uma paixão as escondidas…

Acontece que Layla recebe uma proposta feita pelo Rei de Ílum ao seu pai. E após isso acaba no centro de todo o poder do império, correndo sérios riscos de vida e não somente ela, como sua casa e sua nação. Tem personagem infiltrada, estratégias pra todo lado, tem batalhas e muitas coisas acontecendo.

Foi uma experiência completa de leitura, desde a capa, com a Layla deslumbrante, os títulos dos capítulos simplesmente perfeitos, a diagramação e o mapa de Delwark ao final do livro. Me transportou para o universo do livro e criou um filme na minha cabeça.

Queria um pouco mais de romance, confesso, mas entendo que a Layla é mais racional do que emotiva. E ameiii a escrita, a história, os personagens, os conflitos, tudo! Ganhou meu coração, ainda mais que deu a entender que vai ter continuação 😍

Super recomendo pra quem ama livros de fantasia❤️

Fazendo meu Filme #Resenha

Olá queridos leitores 📖

A série de livros Fazendo meu Filme da Paula Pimenta é um sucesso e com razão! ❤
Sabe aqueles personagens que você faz amizade logo de cara, foi assim com a Fani Castelino Belluz. Uma série com todas as emoções possíveis, mudanças de fases, amizades, alegrias e tristezas da vida. É aquele livro que você aprende lições de vida com os erros e acertos dos personagens. Ainda tem frases incríveis de filmes de amorzinho, como a Fani diz, vários eu ainda não tinha visto e já foram pra minha lista, e também dicas de músicas por meio dos cds do Léo. Virei muito fã dessa série brasileira!

Mas do que se trata exatamente os livros?

O livro 1️ “A estreia de Fani”

Nos apresenta a sua rotina, gostos, anseios e problemas da fase da adolescência. No geral a sua vida é muito agradável, tem ótimos amigos, vai ao cinema com frequência, só a vida amorosa é uma bagunça… Mas não se engane, muito coisa acontece pra ficar mais bagunçada ainda…

Livro 2️ “Fani na Terra da Rainha”

Simplesmente ameiiii o segundo livro, era meu sonho fazer intercâmbio, pena que pra mim não rolou. Já a Fani não queria ir a princípio, foi ideia da mãe dela, porém, mesmo deixando uma paixão no Brasil foi viver essa aventura. Muitas coisas acontecem e são maravilhosas as descrições de tudo, dos lugares, final maravilhoso também.

Livro 3️ “O roteiro inesperado de Fani”

Nossa esse foi de matar meu coração! A Fani na fase adulta, 18 anos, de volta ao Brasil, tendo que encarar várias mudanças, o vestibular, o Léo e tudo mais. Aquela fase decisiva com escolhas difíceis de se fazer para o rumo da vida.

Livro 4️ “Fani em busca do final feliz”

A mãe da Fani queria que ela fizesse Direito, mas ela consegue realizar seu grande sonho de fazer Cinema, em meio a uma situação complicada, o que começou como pesadelo de terminar com o namorado dos sonhos de uma forma horrível, a levou para Los Angeles para uma bolsa de estudos incrível. E o desfecho da história toda chega após a Fani formada e não poderia ter sido melhor.

5 estrelinhas 🌟🌟🌟🌟🌟

Já leram essa série? Qual o livro favorito de vocês? Agora tô ansiosa pra ler o último livro “Lado B” 😍

Com amor,

Morgana.

Deixe-me apresentar você! #Resenha

Olá queridos leitores! ❤️📖

Gente esse livro fala tanta coisa interessante, que não vai caber aqui na resenha. Ao ler eu me senti numa psicóloga, pois é uma leitura que nos faz entender e solucionar nossos próprios conflitos internos, é realmente transformador.

Autora: Talitha Pereira

Editora: Vida

O livro nasceu da experiência da pastora Talitha Pereira em lidar com os problemas mais corriqueiros encontrados por nós, mulheres, com relação a nossa própria identidade, medos, anseios, frustrações e mentiras arraigadas no consciente e inconsciente feminino. A cada capítulo o livro trás espaços para escrevermos as nossas reflexões e responder algumas perguntas.

Identidade

A autora faz uma análise da história de Mefibosete, neto de Saul e filho de Jônatas (2 Samuel 9.6-8), que mesmo tendo sangue real, ele próprio se via como um cão morto e morava num lugar de miséria, de esquecimento “Lo-debar”. Mefibosete não se via como príncipe, neto de um rei, e isso se devia ao fato de ele ser aleijado.”Sua autoimagem tem poder de determinar o seu destino!””Você é o que Deus falou! Usufrua seu direito ao palácio e abandone essa vida de escrava!””Celebre quem você é”

Expectativas

“Deus não tem filhos prediletos; ele tem propósitos diferentes para cada um de seus filhos.”Este capítulo nos ensina a sermos livres do papel de coadjuvante, a sermos protagonistas da nossa própria história. A não termos inveja dos outros, mas sim celebrarmos as nossas conquistas e entender que cada um tem o seu propósito.”Se você não tem um bom exemplo na sua família, seja você o exemplo!”

Singularidade

“Deus pode odiar o que você faz e, mesmo assim, amar você intensamente.”” O amor exagerado de Deus por nós não é uma muleta para o pecado, mas um impulso para a santidade!”Reconheça a voz correta!”Toda vez que você escuta a voz correta e usa as armas certas, feitas para você, tudo da certo.”

Pensamentos

Aqui a autora nos leva a ajustar nossa mente, nos ensinando a vencer a autodepreciação, a autopiedade e os pensamentos destrutivos .” A grande destruidora da nossa própria autoestima somos nós mesmas.”” Transforme os seus problemas em oportunidades!”

Atitudes

O livro nos mostra como ter as atitudes de transformação. Através da sinceridade em não colocar a culpa na genética, a focar no poder de Deus, nas promessas, no progresso, não nas dificuldades.

Potencial

” Não fique esperando o cenário perfeito. É aí mesmo onde você está que Deus vai usar o seu potencial.”

“O que separa o sucesso do fracasso não é a falta de potencial; é a falta de disciplina.”

Essência

E por fim, fechando com chave de ouro, a pastora ensina, através da história da Rainha Ester, que não podemos perder a essência do propósito, a essência da humildade, e a do reino.”Olhar-se no espelho e encarar a si mesma com todas as suas dores, angústias e medos é um processo doloroso. No entanto, quando crescemos, nos tornamos melhores, nos desenvolvemos!”

Recomendo não apenas ler, mas ler, reler e viver os ensinamentos desse livro. ❤️

Com amor,

Morgana.😘

Relacionamentos Perigosos #Resenha

🐠Neste livro o autor desenvolve uma teoria chamada síndrome do Betta. Ele destrincha o comportamento do peixe Betta e compara com alguns relacionamentos perigosos entre pessoas.

O Peixe Betta é famoso e bastante escolhido devido a sua grande beleza, mas ele herdou esse nome de uma tribo, Ikan Bettah, bastante hostil e violenta.
“Pessoas Bettas sempre serão visitas exibindo algum tipo de talento, atributo e/ou beleza física. Porém, isso não a define como uma portadora da síndrome, mas sim os ataques direcionados a outras pessoas que se aproximem com as mesmas qualidades.” (p. 27)
O peixe Betta é forte, resistente e independente, mas com o único objetivo de se manter, nunca ajuda outros. Ele é o oposto do relacionamento. Ele mata todos que se aproximam, até mesmo a fêmea da mesma espécie corre risco de morte, ela tem que ser colocada com muito cuidado no aquário apenas para o acasalamento e em seguida imediatamente tirada, para não ser morta.

No aquário do Betta não pode ter outro peixe, pois ele mata.

“A síndrome do Bettah faz as pessoas que deveriam estar juntas, ficarem separadas por muros e paredes.” (p.41) Que é o contrário do que Deus nos orienta. “Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!” (Salmos 133:1)
O Betta gosta de ficar só no aquário, mas isso é provocado pelas posses que ele não quer compartilhar, como espaço, comida, atenção.
As pessoas Bettas não são diferentes, quando percebem uma possível ameaça de alguém se aproximando do seu espaço (bens, liderança ou que outro comece a ter o reconhecimento que antes só ele tinha), mesmo que ela não perceba, os sinais de sua insatisfação ficam muito evidentes. Um bom observador notará em sua fala, seu semblante e linguagem corporal.
No decorrer do livro o autor mostra como a síndrome do Betta esteve presente na vida de algumas pessoas bem conhecidas: Caim, Saul, Absalão, Herodes, Satanás e outros.
Essa leitura é uma ferramenta para nos abrir os olhos e nos permitir enxergar como estão sendo os nossos relacionamentos, se perigosos ou não. Para nos previnir de ter sentimentos e desejos nocivos, como chegar ao topo e ser melhor que os outros. Mas sim, desenvolvermos nossos talentos e virtudes para ser benção na vida dos outros.
Para Deus todos somos iguais. E por isso o Betta não vive os planos de Deus, porque está ocupado em querer ser mais do que o outro.
O que pode curar essa síndrome é a mudança de pensamento, e no decorrer dos parágrafos o livro trás versículos da bíblia para mostrar como devemos agir para convivermos da melhor forma, de forma saudável.
🐠
” …se possível, quando depender de vocês, tende paz com todos;” (Romanos 12:18)

O Homem Cobra #Resenha

🐍A personagem principal Sofia, é uma adolescente do último ano do ensino médio. Tímida, sem amigos e vida amorosa ruim também. Sua aparência era acima dos padrões de beleza, mas isso não a tornava popular, muito pelo contrário, ao andar na sala, pés eram colocados na frente para ela cair. Na quadra, bolas vinham “erradas” na cara dela. Era empurrada “sem querer”. E pra piorar a sua avó estava com câncer.

E então, para fugir um pouco dessa situação horrível na escola, Sofia, contra a vontade da sua mãe, que queria que ela estudasse, foi morar com sua amada avó, por alguns dias, para ajudá-la.
No jardim da sua vó encontra uma enorme cobra píton exuberante de olhos azuis. Acontece que a cobra parecia inofensiva e a ficava encarando com os vidrantes olhos azuis. Resolveu tirar uma foto e não pode acreditar no que estava vendo no seu celular. Foi então que começou as descobertas de um mundo novo.

A cobra na verdade é Augustus, um príncipe de uma outra sociedade, a dos homens cobras, para onde ele acaba levando Sofia. Mas lá ela também não encontrou nenhuma facilidade, era uma escrava humana e a sua beleza não era nada comparada com a das mulheres cobras…
Eu amei esse livro! Criativo ao extremo, muito bem escrito pela brasileira J.Spagatas, roteirista, escritora e psicóloga. Achei diferente de tudo que já li. A narrativa traz o ponto de vista de cada personagem, cada capítulo é narrado por um personagem, o que eu simplesmente amei, pois dá pra sentir as emoções de cada um, e não fica apenas uma versão da história, contada por uma personagem.

Recomendo demais a leitura! Tenho certeza que vocês vão gostar. ❤️

Uma curva na estrada

livro curva na estrada

Autor: Nicholas Sparks, que lançou seu primeiro romance aos 31 anos, ao qual se seguiram outros 20 livros. Suas obras foram traduzidas para mais de 50 idiomas e já venderam mais de 100 milhões de exemplares no mundo todo. Onze de seus livros ganharam adaptações para o cinema e todos entraram para a lista de mais vendidos do The New York Times. O autor mora na Carolina do Norte e tem cinco filhos.

Editora: Arqueiro

“Às vezes, quando se busca o amor, primeiro é preciso encontrar o perdão.”

Miles Ryan é o subxerife da pequena cidade do Sul dos Estados Unidos chamada New Bern, viúvo da esposa dos seus sonhos, seu primeiro amor, a namorada da escola que se tornara a companheira de todos os momentos. Desde que a sua esposa Missy saiu para correr e morreu atropelada numa rua perto de casa, pouco mais de dois anos atrás, Miles ainda não havia superado a perda.

O motorista que atropelou a sua esposa fugiu sem prestar socorro, e as investigações da polícia nada revelaram, então Miles preparou nos meses subsequentes ao funeral, um dossiê para encontrar o responsável pela morte de sua esposa, e, mesmo tendo fracassado em suas buscas, mantinha-o guardado em um envelope, para lembra-lo de que precisava solucionar essa questão e levar o criminoso à justiça.

Porém, num belo dia, ao levar o seu filho à escola, conhece Sarah Andrews, a nova professora de seu filho, Jonah. Ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah ficou intrigada com a tristeza nos olhos do aluno e de seu pai, o qual também achou muito bonito, tanto que já havia encantado todas as mães e professoras solteiras da escola.

Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas a medida que se conhecem melhor, acabam de frente com um segredo terrível que os unem e a difícil decisão, que pode mudar suas vidas para sempre.

” Levei as mãos às têmporas e massageei para tentar afastar a dor. O latejar parecia vir bem lá do fundo, apunhalando-me com fúria, acompanhando cada batida do meu coração. Na minha mente, vi Missy caída na estrada, de olhos abertos, a me encarar. A encarar o vazio.” (p.156)

Desde o título até a sinopse o livro pode parecer um pouco previsível para algumas pessoas, mas não se deixe levar por essas suspeitas, porque nem tudo é o que parece ser. Uma curva na estrada é surpreendente e cativante pela forma incrível em que é retratada as difíceis reviravoltas da vida, abordando as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos perdoar e amar. Nos faz refletir sobre o quanto é pesado para nós mesmos odiar tanto alguém, ainda mais sem saber o que realmente aconteceu, e que punir quem te feriu não traz refrigério algum, somente o perdão o pode fazer.

Perdoar não é fácil, mas é necessário.

Com amor,

Morgana.

O Guia do Mochileiro das Galáxias

Oláaaa queridos leitores!!! Feliz dia da toalha!!!

Como hoje, dia 25 de maio, é comemorado o dia da toalha em homenagem ao autor Douglas Adams, resolvi fazer a resenha do primeiro livro da famosa série de ficção científica escrita por ele: O Guia do Mochileiro das Galáxias, que é seguido por “O restaurante no fim do universo”’; “A vida, o universo e tudo o mais”; “Até mais e obrigado pelos peixes”; e “Praticamente inofensiva”.

Editora: Arqueiro

Autor: Douglas Adams, que nasceu em Cambridge, Inglaterra, em 1952, e morreu aos 49 anos, em 2001.

Sinopse: “Considerado um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, O Guia do Mochileiro das Galáxias vem encantando gerações de leitores ao redor do mundo com seu humor afiado.
Este é o primeiro título da famosa série escrita por Douglas Adams, que conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect.
A dupla escapa da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Prefect, um E.T., que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias, o melhor guia de viagem interplanetário.
Mestre da sátira, Douglas Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da “alta cultura” e de diversas instituições atuais. Seu livro, que trata em última instância da busca do sentido da vida, não só diverte como também faz pensar”.

Resenha:

O livro, já na capa, traz a seguinte frase: Não entre em pânico, um conselho bem útil para as nossas vidas terráqueas. A história é sobre uma catástrofe terrível e a descoberta da resposta do universo, através das aventuras de personagens muito divertidos .

No planeta Terra, Arthur Dent pensa estar prestes a perder a sua casa para uma demolição a ser realizada pela prefeitura, para construir um desvio. No entanto, uma grande catástrofe acontece e não só a sua casa é destruída mas todo o planeta terra.

Mas, de uma forma extraordinária, Arthur e seu amigo Ford Prefect conseguem escapar e pegam carona com a nave Vogon, a mesma nave que destruiu a Terra. Antes de sair do planeta, a única coisa que Arthur consegue pegar é uma toalha que, segundo Ford, é uma das mais complexas ferramentas já inventadas. Ford é alienígena e estava na Terra fazendo uma pesquisa para o livro “O Guia do mochileiro das Galáxias” (um guia de viagens com dicas intergaláticas).

Na nave Vogon depois muitas adrenalinas os dois acabam parando por um milagre na nave Coração de Ouro, uma nave que foi roubada por Zaphod Bleeblebrox, um alienígena de duas cabeças e três braços, presidente da galáxia e primo de Ford. E assim eles viajam junto com Trillian, uma terráquea assim como Arthur, e com Marvin, um robô depressivo, pelo espaço chegando até o planeta Magrathea, um planeta famoso por fabricar planetas, lendário e adormecido. Em Magrathea, acontecem mais aventuras e Arthur faz várias descobertas sobre a história da Terra, incluindo “a resposta do universo”.

Gostei bastante da leitura, achei interessante e descontraída. O autor critica os problemas da nossa sociedade brincando com política, com burocratas, com todas as instituições que conhecemos, fazendo graça de forma nerd. E assim, ele nos faz questionar (e rir pra não chorar) das situações absurdas que passamos, e muitas vezes fora do nosso controle, porém recomenda “Não entre em pânico”, pois existe uma solução para o universo.

E após essa leitura passei a dar mais valor a minha toalha. Hahaha

Abraços,

Morgana.

A Escolha de Jake

Finalhit Fotos_20180205_075031.jpg

Editora: BV Filmes

Classificação: Romance/Ficção

Autores: Jim e Rachel Britts.

Nota: ⭐⭐⭐⭐ 4/5

A escolha de Jake é o segundo livro da série Para Salvar uma vida, mas que infelizmente ainda não foi transformado em filme.

No primeiro livro, que surgiu do filme Para Salvar uma vida, Jaker Taylor tinho tudo, boa aparência, popularidade, habilidades de um astro nos esportes e a garota mais bonita da escola. Porém, após o suicídio do seu amigo de infância, que atirou em sua própria cabeça dentro da escola bem na frente de Jake, a vida deu uma reviravolta e o desafiou a fazer a diferença nas vidas de jovens solitários e feridos.

Finalhit Fotos_20180203_153832.jpg

Agora, nesse segundo livro, depois de formado na escola, com uma nova fé e uma bolsa de estudos, Jake vai para Louisville a fim de começar a vida como universitário. Mas, teve que deixar tudo para trás, sua namorada, sua filha, seus pais, seus amigos e o apoio de seu pastor.

Separados por muitos quilômetros, Jake e Amy percebem que suas vidas seguem direções diferentes. Amy fica mais próxima de Andrea e começa a cuidar de um grupo de meninas adolescentes da igreja, e, entre elas faz amizade com uma menina que tem segredos traumáticos, isso a faz procurar o pai que a havia abandonado. A posição de Jake no time de basquete o leva a frequentar festas com lindas garotas… e uma escolha que abalará as suas estruturas. Quando tudo o que Jake acredita é provocado, ele começa a deixar sua fé de lado e voltar ao estilo de vida que pensava ter deixado para trás. O que começa a abalar profundamente o relacionamento dele com a Amy, provocando o risco de mudar toda a trajetória de sua vida. Afinal:

“Uma escolha pode mudar tudo…”

Finalhit Fotos_20180203_154115.jpg

Gostei muito da forma como a história é contada, das mensagens de celular trocadas, que trazem a história para a nossa realidade. Gostei de acompanhar a mudança na vida da personagem Amy, gostei de tudo, só não gostei de o livro não ter um final. Socorro! Preciso comprar o último livro: “Tudo ou Nada”.

Beeeijos,

Morgana.

Para Salvar Uma Vida

Editora: BV Filmes

Classificação: Romance/Ficção

Autores: Jim e Rachel Britts.

Jim é formado em Cinema, possui mestrado em Ministério Geral no Seminário Western e é Pastor de Jovens na Igreja New Song Community em Oceanside. Rachel ensina Inglês em Oceanside High School. Eles se conheceram quando ainda eram estudantes da Universidade de Biola e compartilham uma paixão que é servir a Deus e impactar a vida de jovens e adolescentes. As personagens do filme e livro Para Salvar Uma Vida são inspiradas na experiência da vida real do casal com os seus alunos. Se você assistir ao filme com atenção, verá a igreja, a cozinha e o jipe preto de Jim e Rachel.

IMG_8037

“Ele desistiu de ser alguém a fim de fazer a diferença.”

A história nos apresenta JAKE e ROGER, dois vizinhos que cresceram juntos como grandes amigos.  Ainda na infância Roger salvou seu melhor amigo de ser atropelado por um carro e acabou por ficar manco de uma perna.

No Ensino Médio, Jake torna-se o astro do esporte mais popular da escola, mas para estar entre os populares teve que fazer uma escolha: abandonar o seu amigo de infância, que não era descolado o suficiente para ser aceito no grupo.

Então, enquanto Jake estava feliz e distraído em sua vida perfeita de jogador de futebol americano, com a namorada mais bonita e uma possível bolsa de estudos em vista. Roger não tinha amigos, era zuado todos os dias por andar mancando e pensava em suicídio.

Uma terrível tragédia dá uma girada na história e muda a vida de todos para sempre, principalmente a de Jake.

Para Salvar Uma Vida é uma história inspiradora sobre as escolhas difíceis e os desafios da vida real. Para quem já teve de lidar com o remorso, a solidão ou a dor, esta é uma história que mostra como viver uma vida significativa.

Através da jornada de Jake, você será desafiado a responder a seguinte pergunta: Qual o sentido da sua vida?

Eu assisti o filme diversas mil vezes, amei demais! Tanto que ganhei o primeiro livro e logo comprei o segundo, e estou atrás do terceiro.

Se vocês já leram ou assistiram comentem aqui.

Beeeeeeijos

Morgana.

 

E não sobrou nenhum – Agatha Christie

IMG_20170318_102723_013

Oláaaa queridos leitoreeees!!

Continuando a comemoração ao mês das mulheres, hoje eu trouxe uma resenha da minha escritora de romance policial favorita!

Editora: Globo

Autora: Agatha Christie, a rainha do crime, a mais famosa autora de romances policiais do mundo.

Gente, como é bom ler os livros da Agatha Christie! É muito divertido!

E não sobrou nenhum, também publicado como “O caso dos dez negrinhos”, trata do seguinte: dez pessoas que não se conhecem são convidadas para o mesmo lugar, uma ilha, chamada ilha do soldado, conhecida por seu antigo dono ter dado altas festas. Porém, o atual dono, conhecido apenas por U.N. Owen (uma brincadeira que a autora fez com a palavra “unknown”, desconhecido) ninguém nunca sequer havia visto. Mas como ele os convidou, enviando cartas, de forma atrativa e convincente todos se reuniram na ilha.

Em cada quarto onde se hospedaram havia um poema infantiu.

Dez soldadinhos saem para jantar, a fome os move; Um deles se engasgou, e então sobraram nove.

Nove soldadinhos acordados até tarde, mas nenhum está afoito; Um deles dormiu demais, e então sobraram oito.

Oito soldadinhos vão a Devon passear e comprar chiclete; Um não quis mais voltar, e então sobraram sete.

Sete soldadinhos vão rachar lenha, mais eis que um deles cortou-se ao meio, e então sobraram seis.

Seis soldadinhos com a colmeia, brincando com afinco, a abelha pica um, e então sobraram cinco.

Cinco soldadinhos vão ao tribunal, ver julgar o fato, um ficou em apuros e então sobraram quatro.

Quatro soldadinhos vão ao mar, um não teve vez, foi engolido pelo arenque defumado, e então sobraram três.

Três soldadinhos passeando no zoo, vendo leões e bois, o urso abraçou um, e então sobraram dois.

Dois soldadinhos brincando ao sol, sem medo algum, um deles se queimou e então sobrou só um.

Um soldadinho fica sozinho, só resta um; Ele se enforcou.

E não sobrou nenhum.

Nenhum dos hospedes entendeu o que esse poema queria dizer. Até que tocou uma fita em todos os quartos que acusava cada um por crimes que, até então, eles pensavam que ninguém sabia, e por isso, tinham ficado impunes. A partir desse momento todos perceberam que tinham algo em comum, e que em razão disso tinham sido reunidos naquela ilha.

E então, mortes começaram a acontecer misteriosamente e o medo se instalou beirando a loucura.

“Pensou consigo:

‘É horrível – exatamente como nós aqui esta noite…’ Porque motivo Anthony Marston desejara morrer?

Ela não queria morrer.

Não podia conceber a ideia de querer morrer…

A morte era para – outras pessoas…”

IMG_8273

Um livro com muito suspense e alguns traços de terror. Personagens muito bem elaborados, dentre eles um juiz, um médico, uma babá e uma religiosa. E assim, além de um enredo totalmente envolvente, traz algumas críticas e reflexões muito interessantes, como a moral, o medo da morte e o verdadeiro sentido da vida.

Photos credit: Monique Lemos.

Depois me contem o que acharam nos comentários.

Beeeeijos,

Morgana.