Confira

Os Crimes cometidos por Regina George em Meninas Malvadas

image
filme ‘Meninas Malvadas’ Foto:Reprodução/Paramount

Oláaaa queridos leitoreees! ♥♥♥♥♥

Um dos meus filmes favoritos que amo reassistir mil vezes é Meninas Malvadas. Uma comédia adolescente tão bem elaborada que faz sucesso até hoje, depois de 15 anos que estreou.

Estrelado pela Lindsay Lohan, o filme traz uma jovem, Cady, que acabou de se mudar para Chicago vinda da África, onde morava com os pais, e estudava em casa com eles.

Estudando pela primeira vez num colégio no Ensino Médio, Cady conhece as meninas malvadas e claro se torna o alvo da vilã mais icônica Regina George, vivida por Rachel McAdams.

Mas, de todas as maldades que a Regina fez você sabe quais crimes ela pode ter cometido?

Confira, abaixo, os crimes cometidos por Regina George.

1. Lesão corporal

A garota da foto conta no filme que a Regina George deu um soco na cara dela. E mesmo que ela tenho gostado, isso se caracteriza como Lesão corporal, tipificado no artigo 129, caput, do Código Penal, cuja pena de detenção é de 3 meses a 1 ano. A lesão foi de natureza leve e não grave, já que não se enquadra nas hipóteses do § 1.º e §2.º do art. 129 do Código Penal. E para que a Regina pudesse responder pelo crime a vítima teria que fazer uma representação contra ela.

2. Trote telefônico

Ao ver o ex da amiga Gretchen, Jason, com Taylor, Regina não ficou nada satisfeita e passou um trote para a mãe da garota, fingindo ser de uma clínica dando a entender que sua filha estaria grávida, levando a mãe da menina a desmaiar do outro lado da linha, podendo acontecer até coisa pior.

Via de regra, passar trote telefônico é uma infração penal em todas as situações, havendo significativas distinções dependendo do trote realizado e do destinatário da ligação. O ato pode ser considerado desde uma contravenção, até um crime efetivamente, o que apresenta resultados diferentes no que diz respeito à pena e ao tipo de privação de liberdades e/ou direitos.

Nesse caso foi um trote particular (aqueles realizados para números de telefone privados, como residências, que não agirão em função do telefonema). Os trotes particulares não possuem conduta penal prevista especificamente para eles, mas enquadram-se no decreto-lei 3.688, de 1941, que define em seu artigo 65 o caráter de contravenção penal para a perturbação da tranquilidade alheia por motivo reprovável.

Nestes casos, define-se pena de prisão simples de, no máximo, dois meses, além de medidas restritivas de direito, ao invés das penas restritivas de liberdade em sistema de prisão simples (sem contato com os reclusos e detentos comuns).

3. Difamação – A mentira sobre a Janis

Regina, que era amiga da Janis na oitava série, inventou que ela era lésbica e espalhou isso para a escola toda, o que a feriu profundamente, tanto que ela passou a odiar a Regina e também nem queria tocar nesse assunto com a Cady.

Isso configura a Difamação, que está disposto no artigo 139 do Código Penal, que diz:  Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação. Pena de detenção, de 3 meses a 1 ano, e multa.

A difamação é a famosa “fofoca”, que se consuma quando a difamação chega ao conhecimento de outrem que não a vítima. A finalidade é denegrir a reputação de outrem.

4. Injúria – Chamar a Karen de burra e a Gretchen de feia

Imagem relacionada

A Regina também cometeu o crime de injúria, disposto no artigo 140 do código Penal, que diz: Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou decoro, quando ela chamou a Karen de burra gritando e também quando chamou a Gretchen de feia e ainda disse que ninguém votaria na amiga para ser rainha do baile da escola.

A Injúria é basicamente um “xingamento”, que se consuma quando a  própria vítima toma o conhecimento e é somente de honra subjetiva.

Pena de detenção, de 1 a 6 meses, ou multa.

5. Forjar provas – Colocar o próprio nome no Burn Book 

Regina, para se vingar da Cady, escreve o seu próprio nome no Burn Book, forjando assim, a prova da sua inocência.

A prova comprovadamente falsa não é admitida no processo penal. Cabe, portanto, à parte interessada suscitar a falsidade com o escopo de excluir a prova falsa do acervo probatório dos autos.

Nesse caso poderia ser solicitado um exame pericial para atestar que a letra é da própria Regina.

6. Espalhar o Burn Book pela escola e Causar tumulto 

Ao espalhar o Burn Book pela escola, Regina cometeu o crime de difamação e injúria por dar publicidade aos atos, conforme o parágrafo único do artigo 142 do Código Penal.

O ato causou uma verdadeira guerra entre as meninas do colégio. E, por isso, Regina praticou ato capaz de produzir pânico ou tumulto, disposto na Lei de Contravenções Penais em seu Art. 41. Provocar alarme, anunciando desastre ou perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto: Pena – prisão simples, de quinze dias a seis meses, ou multa.

Bom, esses foram os crimes cometidos pela Regina George. Ela pode até ter ficado impune juridicamente desses delitos, mas acabou sendo atropelada por um ônibus!

tenor.gif

Mas ainda bem que ela sobreviveu e se recuperou, porque pode canalizar toda a sua raiva nos esportes hahahaha. Amo ela. ♥♥♥

Beeeijos,

Morgana.

Anúncios

6 comentários em “Os Crimes cometidos por Regina George em Meninas Malvadas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s