Orgulho e Preconceito

IMG_8478

Oláaaaa queridos leitores!!! Março é o mês das mulheres e em comemoração, trarei resenhas de livros das minhas escritoras favoritas. ♥♥

Vamos começar com esse romance de época maravilhoso!

Editora: Martin Claret

Autora: Jane Austen (1775-1817), um dos nomes de maior prestígio da literatura inglesa, começou a manifestar talento para as letras ainda na adolescência. Seus romances descrevem, com notável argúcia e sutil ironia, a sociedade rural inglesa de seu tempo, por meio do entrelaçamento de personagens e sentimentos da vida comum.

Orgulho e Preconceito é a envolvente história de Fitzwilliam Darcy e Elizabeth Bennet, os quais, à primeira vista não têm uma boa opinião um do outro, mas, no desenvolvimento do enredo, acabam descobrindo que estavam totalmente enganados. Uma curiosidade é que First Impressions, “Primeiras Impressões”, foi o título originalmente dado por Jane Austen a esta obra.

Quando eu assisti o filme “Orgulho e Preconceito” virei fã da Jane Austen. E se o filme é maravilhoso, imagina o livro que é bem mais rico em detalhes?! Não tem como não se apaixonar pelo Sr. Darcy. (Cuidado para não ficar igual a personagem do filme Austenland rsrs)

A história se passa no ano de 1813, numa época em que ter cinco filhas não era nada fácil. As condições financeiras da família não eram favoráveis. Consistiam os bens do Sr. Bennet quase inteiramente numa propriedade de duas mil libras de rendimento por ano, que estava vinculada, na falta de um herdeiro varão, a um parente distante, o Sr. Collins. E, por isso, A Sra. Bennet sofria dos nervos de tanto enlouquecer-se para arranjar bons casamentos para as suas filhas. Enquanto isso o Sr. Bennet se refugiava em sua biblioteca.

As mais jovens da família Catherine e Lydia tinham as cabecinhas mais vazias do que a das irmãs, eram loucas pelos oficiais da guarda nacional. Mary era uma mocinha profundamente reflexiva, que lia grandes livros e fazia resumo deles. Kitty não era discreta quando tossia e tossia muito. Elizabeth e Jane eram as mais velhas e também consideradas como as mais bonitas. Mas na família não havia o costume de casar as mais velhas primeiro.

O Sr. Bingley era o pretendente mais requisitado devido a sua grande fortuna. Já o seu amigo Sr. Darcy, apesar de também ser riquíssimo, aparentava ser orgulhoso e arrogante. O que a Elizabeth jamais suportaria.

Jane tinha o temperamento doce igual ao do Sr. Bingley e, por isso, logo se apaixonaram um pelo outro. Mas haviam dois problemas: as diferenças de família e a dificuldade de Jane de mostrar claramente os seus sentimentos. (Confesso que me identifiquei com a Jane nessa parte rsrs)

Amei todo o desenrolar e mais ainda o final dessa história. Se você ainda não leu ou assistiu o filme se prepare para ler e reler, assistir e reassistir.

IMG_8501ed

Beeeijos,

Com amor,

Morgana.

Anúncios

5 comentários em “Orgulho e Preconceito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s