Fazendo meu Filme #Resenha

Olá queridos leitores 📖

A série de livros Fazendo meu Filme da Paula Pimenta é um sucesso e com razão! ❤
Sabe aqueles personagens que você faz amizade logo de cara, foi assim com a Fani Castelino Belluz. Uma série com todas as emoções possíveis, mudanças de fases, amizades, alegrias e tristezas da vida. É aquele livro que você aprende lições de vida com os erros e acertos dos personagens. Ainda tem frases incríveis de filmes de amorzinho, como a Fani diz, vários eu ainda não tinha visto e já foram pra minha lista, e também dicas de músicas por meio dos cds do Léo. Virei muito fã dessa série brasileira!

Mas do que se trata exatamente os livros?

O livro 1️ “A estreia de Fani”

Nos apresenta a sua rotina, gostos, anseios e problemas da fase da adolescência. No geral a sua vida é muito agradável, tem ótimos amigos, vai ao cinema com frequência, só a vida amorosa é uma bagunça… Mas não se engane, muito coisa acontece pra ficar mais bagunçada ainda…

Livro 2️ “Fani na Terra da Rainha”

Simplesmente ameiiii o segundo livro, era meu sonho fazer intercâmbio, pena que pra mim não rolou. Já a Fani não queria ir a princípio, foi ideia da mãe dela, porém, mesmo deixando uma paixão no Brasil foi viver essa aventura. Muitas coisas acontecem e são maravilhosas as descrições de tudo, dos lugares, final maravilhoso também.

Livro 3️ “O roteiro inesperado de Fani”

Nossa esse foi de matar meu coração! A Fani na fase adulta, 18 anos, de volta ao Brasil, tendo que encarar várias mudanças, o vestibular, o Léo e tudo mais. Aquela fase decisiva com escolhas difíceis de se fazer para o rumo da vida.

Livro 4️ “Fani em busca do final feliz”

A mãe da Fani queria que ela fizesse Direito, mas ela consegue realizar seu grande sonho de fazer Cinema, em meio a uma situação complicada, o que começou como pesadelo de terminar com o namorado dos sonhos de uma forma horrível, a levou para Los Angeles para uma bolsa de estudos incrível. E o desfecho da história toda chega após a Fani formada e não poderia ter sido melhor.

5 estrelinhas 🌟🌟🌟🌟🌟

Já leram essa série? Qual o livro favorito de vocês? Agora tô ansiosa pra ler o último livro “Lado B” 😍

Com amor,

Morgana.

O grito dos beijos #poesia

❤️Ontem o dia do beijo não foi nada fácil para alguns casais, devido a quarentena. Você está perto ou longe do seu amor? 💌

O grito dos beijos
💋
O grito dos beijos não dados é o pior que se pode ter
Nos desencontros ele é o que nos faz sofrer
Eles gritam alto e doe lá no peito
Protestam contra a saudade
Não tem jeito.
💋
O grito dos beijos apaixonados nos aquece
O coração bate tanto, nos enlouquece
A respiração falha e quase para
O mundo gira e a emoção dispara
💋
Já o grito dos beijos desesperados, ensandecem a alma
É um grito sufocado pela ausência de calma
O desejo é feroz
Faz o beijo veloz
Depois de tanto não ter,
Ter o teu beijo será um prazer.
😘

Com amor,

Morgana.

Looks combinando com livros!

Olá queridos leitores! 😍📚

Hoje eu postei no instagram do blog @blogdamorgan, esse desafio muito legal, de montar looks combinando com livros. Amo a junção dessas duas coisas moda e livros, ainda mais que eu sempre entro no universo do livro que estou lendo. Confira o resultado:

Gostaram ? Qual o preferido de vocês ?

Trança Raíz Perfeita!

Olá queridas leitoras! 😍

Nesse vídeo eu ensino o passo a passo para fazer a trança raíz, com dicas de como deixá-la perfeita! Vem conferir!

Com amor, Morgana.

Perdoar não é fingir que está tudo bem.

Perdoar não é fingir que está tudo bem, se na verdade não está. Perdoar não é fingir que nada aconteceu. E também não é ignorar os sentimentos.

A primeira coisa que nos atrapalha em nosso processo de perdoar é o nosso senso de justiça. E sabe porque? Porque queremos ver quem errou ser punido ou pelo menos reconhecendo que errou. Mas isso pode nunca acontecer, já que não depende de nossa vontade. E então ficamos presos na falta de perdão e nos males que isso provoca.

E a segunda coisa é dizer para si mesmo que perdoou, mas na verdade apenas está fingindo que está tudo bem, sem estar.

Sendo assim, o que precisamos é ir além do perdão.

Em Lucas 6:27 está o ensinamento de como ir além do perdão: Amando, abençoando e orando por aqueles que nos maltratam.

Ou seja, é preciso ser verdadeiro, admitir que há um problema ali, que não está tudo bem, que ocorreu algo injusto ou que machuca, entre outros exemplos. Se doeu, chore o tanto que precisar, porém, após isso, supere! Perdoe! E depois vá além do perdão, faça o que Deus diz: não apenas perdoar, mas abençoar.

Abençoar significa “falar bem de” . E geralmente fazemos o contrário, embora oremos e tentemos perdoar, nós amaldiçoamos com a nossa língua ou relembramos a ofensa milhares de vezes quando falamos sobre ela com outras pessoas.

A Pastora Joyce Meyer escreveu a seguinte frase: “Odiar aqueles que nos feriram é como tomar veneno e esperar que o seu inimigo morra”

Precisamos ir além, ver as coisas de forma diferente. Por que passar a vida zangado, amargurado com pessoas que nem sequer se importam com isso? Elas estão aproveitando a vida enquanto você está infeliz. Deixe a ofensa para trás, ore pedindo a Deus que transforme e abençoe essa pessoa, mesmo que ela pareça não ter “concerto”, porque para Deus nada é impossível e orando por isso nós próprios somos abençoados espiritualmente.

Faça isso hoje mesmo e você sentirá uma liberdade maravilhosa e Deus se mostrará forte como o seu Vingador, o seu justo Juiz.

Com amor,

Morgana.

Deixe-me apresentar você! #Resenha

Olá queridos leitores! ❤️📖

Gente esse livro fala tanta coisa interessante, que não vai caber aqui na resenha. Ao ler eu me senti numa psicóloga, pois é uma leitura que nos faz entender e solucionar nossos próprios conflitos internos, é realmente transformador.

Autora: Talitha Pereira

Editora: Vida

O livro nasceu da experiência da pastora Talitha Pereira em lidar com os problemas mais corriqueiros encontrados por nós, mulheres, com relação a nossa própria identidade, medos, anseios, frustrações e mentiras arraigadas no consciente e inconsciente feminino. A cada capítulo o livro trás espaços para escrevermos as nossas reflexões e responder algumas perguntas.

Identidade

A autora faz uma análise da história de Mefibosete, neto de Saul e filho de Jônatas (2 Samuel 9.6-8), que mesmo tendo sangue real, ele próprio se via como um cão morto e morava num lugar de miséria, de esquecimento “Lo-debar”. Mefibosete não se via como príncipe, neto de um rei, e isso se devia ao fato de ele ser aleijado.”Sua autoimagem tem poder de determinar o seu destino!””Você é o que Deus falou! Usufrua seu direito ao palácio e abandone essa vida de escrava!””Celebre quem você é”

Expectativas

“Deus não tem filhos prediletos; ele tem propósitos diferentes para cada um de seus filhos.”Este capítulo nos ensina a sermos livres do papel de coadjuvante, a sermos protagonistas da nossa própria história. A não termos inveja dos outros, mas sim celebrarmos as nossas conquistas e entender que cada um tem o seu propósito.”Se você não tem um bom exemplo na sua família, seja você o exemplo!”

Singularidade

“Deus pode odiar o que você faz e, mesmo assim, amar você intensamente.”” O amor exagerado de Deus por nós não é uma muleta para o pecado, mas um impulso para a santidade!”Reconheça a voz correta!”Toda vez que você escuta a voz correta e usa as armas certas, feitas para você, tudo da certo.”

Pensamentos

Aqui a autora nos leva a ajustar nossa mente, nos ensinando a vencer a autodepreciação, a autopiedade e os pensamentos destrutivos .” A grande destruidora da nossa própria autoestima somos nós mesmas.”” Transforme os seus problemas em oportunidades!”

Atitudes

O livro nos mostra como ter as atitudes de transformação. Através da sinceridade em não colocar a culpa na genética, a focar no poder de Deus, nas promessas, no progresso, não nas dificuldades.

Potencial

” Não fique esperando o cenário perfeito. É aí mesmo onde você está que Deus vai usar o seu potencial.”

“O que separa o sucesso do fracasso não é a falta de potencial; é a falta de disciplina.”

Essência

E por fim, fechando com chave de ouro, a pastora ensina, através da história da Rainha Ester, que não podemos perder a essência do propósito, a essência da humildade, e a do reino.”Olhar-se no espelho e encarar a si mesma com todas as suas dores, angústias e medos é um processo doloroso. No entanto, quando crescemos, nos tornamos melhores, nos desenvolvemos!”

Recomendo não apenas ler, mas ler, reler e viver os ensinamentos desse livro. ❤️

Com amor,

Morgana.😘

Relacionamentos Perigosos #Resenha

🐠Neste livro o autor desenvolve uma teoria chamada síndrome do Betta. Ele destrincha o comportamento do peixe Betta e compara com alguns relacionamentos perigosos entre pessoas.

O Peixe Betta é famoso e bastante escolhido devido a sua grande beleza, mas ele herdou esse nome de uma tribo, Ikan Bettah, bastante hostil e violenta.
“Pessoas Bettas sempre serão visitas exibindo algum tipo de talento, atributo e/ou beleza física. Porém, isso não a define como uma portadora da síndrome, mas sim os ataques direcionados a outras pessoas que se aproximem com as mesmas qualidades.” (p. 27)
O peixe Betta é forte, resistente e independente, mas com o único objetivo de se manter, nunca ajuda outros. Ele é o oposto do relacionamento. Ele mata todos que se aproximam, até mesmo a fêmea da mesma espécie corre risco de morte, ela tem que ser colocada com muito cuidado no aquário apenas para o acasalamento e em seguida imediatamente tirada, para não ser morta.

No aquário do Betta não pode ter outro peixe, pois ele mata.

“A síndrome do Bettah faz as pessoas que deveriam estar juntas, ficarem separadas por muros e paredes.” (p.41) Que é o contrário do que Deus nos orienta. “Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!” (Salmos 133:1)
O Betta gosta de ficar só no aquário, mas isso é provocado pelas posses que ele não quer compartilhar, como espaço, comida, atenção.
As pessoas Bettas não são diferentes, quando percebem uma possível ameaça de alguém se aproximando do seu espaço (bens, liderança ou que outro comece a ter o reconhecimento que antes só ele tinha), mesmo que ela não perceba, os sinais de sua insatisfação ficam muito evidentes. Um bom observador notará em sua fala, seu semblante e linguagem corporal.
No decorrer do livro o autor mostra como a síndrome do Betta esteve presente na vida de algumas pessoas bem conhecidas: Caim, Saul, Absalão, Herodes, Satanás e outros.
Essa leitura é uma ferramenta para nos abrir os olhos e nos permitir enxergar como estão sendo os nossos relacionamentos, se perigosos ou não. Para nos previnir de ter sentimentos e desejos nocivos, como chegar ao topo e ser melhor que os outros. Mas sim, desenvolvermos nossos talentos e virtudes para ser benção na vida dos outros.
Para Deus todos somos iguais. E por isso o Betta não vive os planos de Deus, porque está ocupado em querer ser mais do que o outro.
O que pode curar essa síndrome é a mudança de pensamento, e no decorrer dos parágrafos o livro trás versículos da bíblia para mostrar como devemos agir para convivermos da melhor forma, de forma saudável.
🐠
” …se possível, quando depender de vocês, tende paz com todos;” (Romanos 12:18)

🌻Você nasceu para florescer 🌻

Deus vê quem você é de verdade,
Mas você não vê exatamente.
Depois que a chuva caí
O sol sai,
E a semente cresce.
🌻
Continue acreditando você vai ver uma nova estação em breve.
Você está se transformando em algo surpreendente.
Você nasceu para florescer!
🌻
Eu queria que você visse
Você foi feito para mais, muito mais.
Deixa Jesus ser o seu jardineiro, deixa Ele te cuidar, regar, adubar e depois espere…
🌻
Os seus grandes sonhos
Nem se comparam com o que Deus tem guardado para você.
Algum dia em breve você vai alcançar o céu, se você apenas acreditar e perseverar.
🌻
Fortaleça as suas raízes na palavra de Deus,
E os ventos fortes não vão te derrubar.
Talvez isso que você deseja tanto nem é o melhor para você,
Mas o seu Criador sabe que: 🌻
__Você foi feito, você foi feito para florescer!__

Com amor, Morgana. ❤️

O Homem Cobra #Resenha

🐍A personagem principal Sofia, é uma adolescente do último ano do ensino médio. Tímida, sem amigos e vida amorosa ruim também. Sua aparência era acima dos padrões de beleza, mas isso não a tornava popular, muito pelo contrário, ao andar na sala, pés eram colocados na frente para ela cair. Na quadra, bolas vinham “erradas” na cara dela. Era empurrada “sem querer”. E pra piorar a sua avó estava com câncer.

E então, para fugir um pouco dessa situação horrível na escola, Sofia, contra a vontade da sua mãe, que queria que ela estudasse, foi morar com sua amada avó, por alguns dias, para ajudá-la.
No jardim da sua vó encontra uma enorme cobra píton exuberante de olhos azuis. Acontece que a cobra parecia inofensiva e a ficava encarando com os vidrantes olhos azuis. Resolveu tirar uma foto e não pode acreditar no que estava vendo no seu celular. Foi então que começou as descobertas de um mundo novo.

A cobra na verdade é Augustus, um príncipe de uma outra sociedade, a dos homens cobras, para onde ele acaba levando Sofia. Mas lá ela também não encontrou nenhuma facilidade, era uma escrava humana e a sua beleza não era nada comparada com a das mulheres cobras…
Eu amei esse livro! Criativo ao extremo, muito bem escrito pela brasileira J.Spagatas, roteirista, escritora e psicóloga. Achei diferente de tudo que já li. A narrativa traz o ponto de vista de cada personagem, cada capítulo é narrado por um personagem, o que eu simplesmente amei, pois dá pra sentir as emoções de cada um, e não fica apenas uma versão da história, contada por uma personagem.

Recomendo demais a leitura! Tenho certeza que vocês vão gostar. ❤️

Playlist – Inspirações para escrever

Oláaaa queridos leitores!!! ❤ ❤

Estas são as minhas músicas favoritas para buscar inspiração para escrever. Cada uma com uma letra e melodia mais linda e edificante que a outra. Super amo!

Confira:

 

Comenta aqui se gostou das músicas.

Com amor,

Morgana.